7 motivos da comunicação interna ser cada vez mais importante

Muitas coisas tem mudado dentro das empresas. Com uma nova geração cada vez mais tecnológica, as cobranças sobem e demandam mais colaboração e transparência entre os funcionários. Nesse ambiente, a comunicação interna tem um papel importante para alinhar as pessoas com o mesmo objetivo.

A seguir listamos sete motivos de a comunicação interna ser cada vez mais importante.

1 – Trabalhando por um significado

O ser humano é movido pelos significados. Quando crianças, fazíamos a pergunta “Por que?” pelo menos 200 vezes por dia e ficávamos inconformados se a resposta não vinha. A necessidade de ter um motivo para tudo nos segue até a idade adulta.

Não poderia ser diferente no ambiente de trabalho. É importante que os empregados entendam quais são seus objetivos, entendam os planos para que possam chegar até lá e sintam que estão contribuindo para isso.

Seus funcionários precisam estar confiantes do seu valor, ser ouvidos e se sentirem parte da equipe. Com as novas gerações chegando ao mercado de trabalho, isso é ainda mais importante.

As pessoas da Geração Y e Z cresceram na era da mídia social e estão acostumados às curtidas, compartilhamentos e comentários. Essas gerações querem mais feedback, mas dificilmente pedirão por ele.

Além de mostrar aos seus funcionários quais são os seus objetivos, um propósito inclui também visualizar as ações necessárias para cada pessoa poder fazer sua contribuição.

Como exemplo, é muito efetivo postar e compartilhar informações das conquistas da empresa e homenagear as pessoas envolvidas. Conquistar juntos os objetivos definidos valoriza o trabalho em equipe e evolui a empresa como um todo.

Uma recente pesquisa mostrou que 73% dos membros do LinkedIn querem uma carreira em que sintam que seu trabalho faz alguma diferença.

Uma comunicação interna efetiva pode motivar seus funcionários a atingirem seus objetivos como equipe e pessoais. Dando significado ao seu trabalho, as pessoas se sentem mais motivadas a fazê-lo bem.

2 – Tenha controle sobre as informações da empresa

Nunca deixe que seus funcionários descubram notícias importantes da sua companhia através de uma fonte externa. Seja o primeiro a comunicá-los, ou melhor ainda, deixe essas informações facilmente acessíveis.

Hoje em dia temos informações acessíveis através dos smartphones e elas chegam muito rapidamente. A maneira mais eficaz de lidar com isso é sendo rápido para entregar essas informações aos seus funcionários, sem que eles precisem buscar externamente.

Também é importante que isso não seja feito apenas em momentos de crise, mas também em operações normais do dia a dia.

Você pode deixar um televisor em uma área comum com informações e novidades passando por vídeos, para que seus funcionários sempre estejam a par de tudo que está acontecendo.

Outra coisa importante é ter canais de comunicação interna rápidos, interativos e confiáveis, para que seus funcionários possam acessá-los a qualquer momento. Para isso, tornar esses canais mobile é essencial, já que esse é o meio preferido para acessar a internet.

Tendo o controle das informações disponíveis aos seus funcionários, você fica menos suscetível a interpretações errôneas por conta de fontes externas.

3 – Gerência intermediária

Ao passar informações de cima pela hierarquia máxima, muitas empresas acabam se perdendo nesses dados, muitas vezes causando atrasos e limitando o feedback

Além disso, acaba se criando uma dependência dos esforços comunicativos de cada um dentro da empresa, ficando difícil controlar as respostas e garantir que todos tenham recebido a mensagem.

Há muita informação sendo lançada, mas nem todas elas chegam nas pessoas que realmente precisam ouví-la para efetuar o trabalho. Por isso a comunicação interna é tão importante: faz essa corrente ser muito mais efetiva.

Ao denominar gerentes ou chefias intermediárias, a comunicação pode ser feita diretamente a essas pessoas, que então podem repassar as informações da maneira que acharem mais fácil para suas equipes.

Isso também evita levar informações a uma equipe que não precisa realmente dela e consegue focar mais facilmente no time certo.

A comunicação interna dá uma oportunidade valiosa para as empresas entenderem a força das suas equipes, além de poderem treinar melhores gerentes através dela.

4 – Cumprindo a promessa da marca e satisfazendo seus clientes

Os seus clientes esperam que a sua marca cumpra suas promessas. Uma marca icônica mantém a sua história através dos anos e assim cumpre todas as promessas feitas aos seus consumidores. Isso deve ser feito também com seus funcionários.

Para deixar seus clientes felizes, uma equipe bem treinada e com objetivos claramente alinhados são fundamentais. Se seu funcionário tiver suas promessas cumpridas, comunicará isso mais facilmente aos seus clientes. Isso acaba, é claro, aumentando também o retorno financeiro.

Grandes empresas são construídas de dentro para fora. Comece com a satisfação dos seus funcionários e isso espelhará diretamente na satisfação dos seus clientes.

5 – Comunicação interna durante uma crise

Um dos momentos mais importantes para que seja feita a comunicação interna é durante um período de crise. No entanto, uma pesquisa mostrou que os líderes costumam se comunicar significantemente menos com seus funcionários durante uma crise.

Oliver Schmidt, sócio da consultoria internacional C4CS, explica que o envolvimento dos níveis mais altos da hierarquia da empresa é fundamental para deixar os empregados menos desconfortáveis durante uma crise.

“Os gestores devem ser responsáveis por informar, guiar e motivar os funcionários. É importante ter especulações e fofocas sob controle por meio de uma comunicação de mão dupla, permitindo que as pessoas expressem suas preocupações e até façam perguntas desconfortáveis para a direção”, diz Schmidt.

Ao abrir-se para ouvir o que seus funcionários tem a dizer, os líderes de uma empresa fortalecem a comunicação interna da empresa, abrindo também a oportunidade de encontrar empregados fiéis e com boas ideias para até mesmo gerenciar a falada crise.

Antes mesmo de uma crise acontecer, é importante ter uma estrutura organizacional, planos e canais de comunicação, para que a comunicação interna possa lidar com as situações da crise sem que isso atinja a reputação da empresa para os funcionários.

6 – Criar um bom ambiente de trabalho

Um bom ambiente de trabalho evita altas taxas de rotatividade e atrai novos talentos. Ao evitar a rotatividade, a empresa cria uma equipe mais disposta a trabalhar junto e economiza financeiramente.

Uma boa comunicação interna garante mais feedback e dá o senso de propósito para a empresa, fazendo com que as taxas de rotatividade diminuam consideravelmente se comparadas com empresas que não são comunicativas.

Os funcionários precisam conhecer seus líderes. Uma empresa em que a comunicação interna funciona bem atrai talentos e faz com que esses funcionários trabalhem espontaneamente melhor.

Além de fazer com que o trabalho renda mais, a comunicação interna faz com que esses funcionários felizes atraiam clientes felizes. É a sua melhor publicidade.

7 – Limite rumores e valorize a transparência

Uma comunicação interna mais informal tem seus prós e contras. Ao criar um ambiente mais descontraído, você dá aos seus funcionários a chance de serem mais transparentes com você, além de fazer com que eles se sintam mais à vontade para dar seus próprios feedbacks e fazer perguntas.

Também ajuda os empregados a criar bons relacionamentos dentro da empresa, sem contar que, caso algum deles tenha perdido alguma informação, um ambiente mais descontraído pode fazer com que os colegas espontaneamente passem as informações para frente.

O problema é que se não for bem usada, uma comunicação mais informal pode distorcer o significado das informações passadas, fazendo com que seja difícil de controlar os rumores.

Uma boa comunicação interna, seguindo as dicas anteriores, pode ajudar a manter uma comunicação informal sem que surjam fofocas desnecessárias. Ao ser transparente com seus funcionários, você não abre espaço para que as informações sejam mal interpretadas.

Os benefícios

Ao criar um ambiente melhor para você e seus funcionários, onde a comunicação flui, os resultados vêm rapidamente. Todos ficam mais competitivos, buscando atingir os objetivos, dão melhores feedbacks, além de mais frequentes e o ambiente excelente.

Afinal, quem não gostaria de trabalhar em um lugar onde a comunicação interna já é um hábito?

Não feche os olhos para a importância da comunicação interna na sua empresa. Preocupe-se em criar um bom ambiente de trabalho para você e seus funcionários, que agradecerão por isso!

Aproveite e deixe um comentário no nosso post com a sua dúvida ou opinião!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *