A importância do embaixador da marca

Durante muito tempo, o marketing existente no mundo dos negócios era apenas o marketing do “boca a boca”. Essa poderosa ferramenta ainda pode e deve ser usada na sua empresa, ainda que hoje com muito mais recursos do que existiam antigamente. Para isso, um embaixador da marca tem grande importância.

Um estudo chamado “Importance of Online Product Reviews from a Consumer’s Perspective” revelou que 85,57% dos consumidores conferem a opinião de outras pessoas antes de realizarem uma compra. O mesmo estudo ainda diz que 83,65% delas conferem tanto os comentários positivos quanto os negativos.

Ao utilizar um embaixador da marca na sua estratégia de marketing, você utiliza o poder do “boca a boca” com uma pessoa influenciadora. Assim você garante que o nome do seu produto chegue até seus consumidores de uma forma mais rápida.

O que é um embaixador da marca?

Qualquer pessoa que promove a imagem de uma marca, produtos ou serviços, pode ser considerada um embaixador da marca. Ele atua como o rosto de uma marca ou empresa.

O embaixador da marca deve dar visualização para essa marca, estando alinhado com seus valores e missões. Essas pessoas podem ter sido contratadas, recrutadas ou até mesmo voluntárias.

Portanto, existem embaixadores da marca pagos e não pagos.

O embaixador da marca tem um relacionamento contínuo com a empresa, compartilhando sua história e identidade. Principalmente, um embaixador deve interagir com a audiência da marca, podendo até trazer insights e ideias.

Os embaixadores não pagos provém de um entusiasmo orgânico, ou seja, são pessoas que compartilham da visão da marca e a admiram, voluntariamente recomendando seus produtos. Suas recomendações podem ser através de vídeos, resenhas ou o famoso “boca a boca”.

Já um embaixador pago é patrocinado por uma marca, sendo através de pagamento monetário ou por produtos ou serviços gratuitos. Embaixadores da marca pagos podem ser celebridades ou influenciadores de mídia, como YouTubers, blogueiras, etc.

Os micro influenciadores

Um grande erro que pequenas empresas e startups cometem é correr atrás de embaixadores maiores. Especialmente quando estiverem começando, essas marcas acabarão investindo uma quantia maior do que podem pagar para não ter um bom retorno.

De fato, uma pesquisa feita pela Markely mostrou que conforme o número de seguidores de um influenciador no Instagram sobe, o número de likes e comentários em suas contas cai.

Micro influenciadores tem uma audiência mais específica, o que é uma oportunidade para que as marcas desenvolvam um relacionamento mais duradouro e significativo com seus potenciais clientes.

A maioria dos usuários em uma rede social se sente mais à vontade para se relacionar com um micro influenciador do que com alguém que seja considerado uma celebridade na internet. Essas pessoas acabam parecendo distantes e quase robóticas.

Segundo um estudo da TheStartup, micro-influenciadores tem um engajamento 60% maior. Além do mais, são mais fáceis de serem alcançados para falar sobre estratégias ou quaisquer outras ideias que a sua marca tenha.

Contexto

Antes de entender qual o melhor tipo de embaixador para a sua marca, é preciso investir um tempo para entender quem são os seus clientes e como segmentá-los. Essa parte da estratégia faz parte do branding, que deve ser sempre feito antes de qualquer tomada de decisão.

Para segmentar os seus clientes é necessário olhar para eles como pessoas, e não como dados. Ao analisar gráficos e números, pode-se perder o olhar humano sobre os consumidores e, assim, perde-se também o entendimento do que esses consumidores realmente querem.

O nível de segmentação pode ser feito utilizando plataformas de audiência, ou com um bom marketing digital, criando personas. Ao estudar sua audiência e pensar nelas como pessoas, será mais fácil entender exatamente o que entregar a ela.

Influenciando o influenciador

Assim que sua audiência for segmentada, você terá diferentes grupos de clientes e possíveis clientes para os quais trabalhar. Ao encontrar seus grupos de audiência, você poderá finalmente saber qual o melhor embaixador da marca para cada grupo.

Criar um relacionamento com esses influenciadores será benéfico para ambos embaixadores e marcas, trazendo maior valor para o nome de cada um.

Ao conversar com seu embaixador da marca, é importante alinhar objetivos, pensamentos e valores, assim como também escutá-los, pois eles estão em contato direto com o seu público.

Dicas para trabalhar com um embaixador da marca:

  • É preciso escutar os seus embaixadores, sabendo que eles têm insights valiosos, que podem até mesmo desenvolver campanhas criativas para atingir sua audiência.
  • Ninguém entende melhor a sua audiência do que aquela pessoa que está em contato direto com ela. Pergunte ao seus embaixadores coisas como as preocupações dos seus clientes, suas motivações, senso de humor, expectativas… Essas informações são muito importantes para a criação de marketing de conteúdo.
  • Explique sua marca para ele. Se você conseguir alinhar seus pensamentos com o dos influenciadores e eles atingirem a audiência bem segmentada, as chances de sucesso são altíssimas.

O trabalho de expansão da sua marca é tanto sua quanto do seu embaixador. Investir na sua ideia e propagá-la pelo mundo é apenas o início, mas pode fazer uma grande diferença no seu negócio.

E você, o que acha da ideia de ter um embaixador da marca? Acredita que isso pode ser a diferença para o seu negócio? Nós sim! Deixe um comentário aqui embaixo com a sua opinião ou sugestão. Também não hesite em mandar uma pergunta em caso de dúvida!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *